domingo, 24 de maio de 2020

Dom Antonio Carlos explica que as celebrações vão continuar da mesma forma com as Igrejas fechadas


Durante a celebração da missa dominical no Santuário do Rosário em Caicó, o bispo da diocese seridoense Dom Antônio Carlos comentou a repercussão criada em torno de uma portaria publicada pelo Governo do Estado, regulamentando alguns critérios já trazidos em um decreto do dia 01 de abril, para o funcionamento dos templos religiosos.
Diante das dúvidas criadas, o próprio bispo fez questão de ligar para a governadora e ouvir dela se a portaria trazia alguma mudança do que já estava publicado no decreto. 
“Ela me disse que criaram uma má interpretação, já que o decreto de 1 de abril que restringe celebrações nos templos continua valendo, hoje foi apenas uma portaria de como se colocar em prática. Entre uma portaria e um decreto há uma distinção”, explicou.
O lado positivo da confusão criada nas redes sociais, para Dom Antônio foi a constatação de que a decisão tomada pela Diocese, de manter todas as celebrações nas paroquias, de forma virtual, foi abraçada pela grande maioria da população. 
“Me surpreendi com a quantidade de mensagens que recebi de padres da nossa diocese, de leigos dizendo que esperava que os bispos do RN tenham bom senso e não façam isso. Não sabia que a nossa consciência estava tão presente. Foi bom que a gente começou a perceber o quanto temos amadurecido, tanto o nosso clero, como nosso povo com relação a isso”, finalizou Dom Antonio Carlos.

Sem comentários:

Publicar um comentário