terça-feira, 13 de março de 2018

Mulher é morta a tiros em São Paulo do Potengi-RN, estudante em São Gonçalo e homem em Natal

 ROSEILDA PEREIRA DE BRITO (VÍTIMA)
 MATEUS DA SILVA ALBUQUERQUE (VÍTIMA)
BANCO EXPLODIDO EM AROEIRAS-PB

Uma mulher foi morta a tiros na noite desta segunda-feira (12) em São Paulo do Potengi, na região Central potiguar. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi identificada como Roseilda Pereira de Brito, de 32 anos, mais conhecida como Dorinha. Ninguém foi preso.
Dorinha estava em uma rua do bairro Juremal, quando por volta das 19h, dois homens chegaram em uma moto, atiraram contra ela várias vezes e fugiram em seguida.
A PM ainda fez buscas pela região, mas não encontrou nenhum suspeito.
Um estudante foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (12) quando voltava da aula, em São Gonçalo do Amarante, município da Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, Mateus da Silva Albuquerque tinha 19 anos. Ninguém foi preso.
Ainda de acordo com a PM, o jovem caminhava pela Rua das Petúnias, em Cidade das Rosas, por volta das 21h30, quando foi baleado. Ele morreu próximo de casa. Os moradores não falaram a forma como o crime aconteceu, apenas disseram ter ouvido os tiros. A PM não soube informar como os assassinos fugiram.
Um homem ainda não identificado morreu após um confronto com a Polícia Militar na comunidade do Mosquito, Zona Oeste de Natal, na noite desta segunda-feira (12). Durante a ação, a PM apreendeu uma arma de fogo.
De acordo com a assessoria de comunicação da corporação, carros do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram recebidos a tiros na comunidade, e os policiais militares revidaram. No tiroteio, um dos homens que atirou contra os PMs morreu.
Com ele a polícia apreendeu uma pistola nove milímetros de fabricação turca.
Já na Paraíba um grupo explodiu na madrugada desta terça-feira (13) um cofre e caixas eletrônicos de um banco na cidade de Aroeiras, no Agreste da Paraíba. Segundo informações da Polícia Militar, a perícia ainda não informou se os suspeitos conseguiram levar o dinheiro da agência.
O assalto aconteceu por volta de meia-noite e durou cerca de uma hora. O grupo chegou ao local em um carro e várias motocicletas. Na entrada da cidade, os assaltantes fizeram três moradores como reféns, inclusive um estudante universitário que retornava para casa.
Uma parte do grupo também cercou o destacamento da Polícia Militar durante o ataque ao banco, impedindo que os policiais saíssem do prédio. Na ação, o grupo instalou explosivos nos caixas eletrônicos e no cofre do banco.
Após o assalto, eles fugiram em direção a BR-104, na direção da cidade de Umbuzeiro. Na fuga, vários grampos foram espalhados pela pista, prejudicando a perseguição da polícia. Até as 06h30 desta terça-feira (13) ninguém foi preso.
É a violência e a criminalidade tomando conta do nosso País.
Fonte: G1 RN/G1 PB

Sem comentários:

Publicar um comentário