terça-feira, 25 de agosto de 2015

Fotos mostram pavilhões destruídos na Penitenciária do Seridó, no RN




Quatro dos cinco pavilhões da Penitenciária Estadual Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, em Caicó, na região Seridó do Rio Grande do Norte, foram parcialmente destruídos durante uma rebelião ocorrida na noite deste desta segunda-feira (24). Na tentativa de vingar a morte de um interno, assassinado a facadas durante uma briga envolvendo membros de facções rivais, detentos quebraram cadeados, arrancaram grades das celas, arrombaram paredes e incendiaram colchões e lençóis. Só o Pavilhão D, que é feminino, não foi depredado.
Fotos que mostram parte da destruição foram enviadas ao G1 assim que o controle da unidade foi retomado - o que só aconteceu quando o dia amanheceu - logo após uma intervenção feita pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e Batalhão de Choque da PM (BPChoque).
Os pavilhões destruídos estavam sendo reformados e o trabalho já havia entrado na fase de conclusão. "As obras já estavam quase prontas para serem entregues", destacou o agente penitenciário Alex Alexandre, diretor da unidade.
A Penitenciária Estadual do Seridó foi uma das 14 unidades depredadas durante uma onda de rebeliões que afetou o sistema carcerário potiguar durante o mês de março. O Pereirão, inclusive, foi um dos mais danificados.
Segundo Durval Franco, coordenador da Administração Penitenciária, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) faz uma avaliação dos danos causados pelos presos.
Fonte: G1 RN

Sem comentários:

Publicar um comentário